O que é um sistema de alarme monitorado?


O que é um sistema de alarme monitorado?

É um sistema de segurança eletrônica constituído de alarmes acionados por sensores especiais que detectam a violação de um perímetro ou um local protegido. Ao mesmo tempo em que aciona um sinal sonoro ou luminoso, um mecanismo de monitoramento permite informar imediatamente o ocorrido e tomar as providências cabíveis.

O sistema completo, de modo geral, apresenta a seguinte composição:

- Central de alarme, que funciona como a inteligência do sistema;
- Sensores em pontos estratégicos e ligados à central;
- Sirene e/ou luzes, responsáveis pela sinalização de invasão;
- Câmeras que vigiam a área 24 horas por dia;
- Bateria, para garantir o fornecimento de energia e evitar oscilações da rede elétrica;
- Discadora, que aciona a comunicação telefônica para a tomada de ação;
- Fonte de alimentação, que mantém carregada a bateria e alimenta os sensores.

Como é o seu funcionamento?

A base do alarme é a percepção dos sensores a respeito da ocorrência de um evento, como uma invasão. Esses sensores executam um rastreamento na área programada e, detectando uma irregularidade, enviam um sinal para a central de alarme.

Ao mesmo tempo, a central aciona a discadora, que promove a comunicação com o interessado ou com uma equipe de segurança para as medidas pertinentes e necessárias. Essa comunicação pode ser efetivada por ligação telefônica (analógica ou celular), linha VOIP (ligação via internet) ou via rádio, entre outros meios.

A equipe de segurança que recebe os sinais do alarme pode se deslocar até o local ou acionar a polícia, quando necessário. O monitoramento tem a possibilidade de ser permanente, isto é, operante durante as 24 horas do dia.

A central é o aparelho que permite você automatizar os mais variados tipos de ambientes, como casas, comércios e empresas. É ela quem controla todos os outros equipamentos periféricos e, com isso, identifica qualquer evento, informando-o à uma empresa de monitoramento ou ao proprietário do imóvel.

Como funciona a transmissão de dados?

Diversos meios de comunicação são usados para a transmissão de dados entre o painel de controle local e a central de monitoramento remoto, são eles:

Linha Convencional Analógica

Neste caso, a transmissão acontece através dos fios telefônicos convencionais conectados a uma rede pública de telefonia que possua boa qualidade de transmissão, além de instalação fácil.

Linha Voip

A Linha Voip funciona através do sistema de internet banda larga, mas alguns modelos de alarmes não se adaptam bem a esta forma de comunicação.

Transmissão por TCP/IP via internet

Através de um roteador, este sistema é para quem já possui o serviço voip. Trata-se de um aparelho que converte os sinais dos sensores do alarme em dados e os envia através da internet.

A única ressalva para este meio de comunicação é com relação aos problemas de falta de energia. Quando isso acontece, tanto o equipamento como a própria comunicação voip não funcionam.

Sistema de transmissão de rádio unidirecional transmissor/receptor

O sistema via rádio funciona através de um rádio transmissor. Ele tem a grande vantagem de poder ser conectado com a central telefônica. Desta forma, o sistema via rádio notifica a central de monitoramento, caso a transmissão convencional analógica deixe de funcionar por qualquer motivo.

Uma vantagem desse tipo de transmissão é ser capaz de funcionar mesmo com falta de energia por algum tempo.

Rede de dados via Celular IP GSM/GPRS

Trata-se de um meio de comunicação de alta qualidade e eficiência que transmite dados através da rede de telefonia celular.

Assim como o serviço via rádio, este sistema continua funcionando por algum tempo após a queda de energia e dificilmente será sabotado. Porém, vale observar que os serviços de telefonia celular nem sempre são bons no Brasil.

Sistema de transmissão de rádio bidirecional por tecnologia de rede MESH

Para provar que este meio de comunicação é muito bom basta mencionar que é utilizado militarmente pelos Estados Unidos, com o objetivo de garantir a segurança de consulados ou agências governamentais.

Neste caso, várias centrais de transmissão funcionam como repetidoras. Cada central repassa dados para a central mais próxima, para que a mensagem chegue com segurança ao seu destino.

No entanto, este meio de comunicação requer a instalação de muitas centrais estrategicamente posicionadas, cobrindo todo o território pelo qual os dados precisam viajar.

Clique aqui para conferir a nossa variedade de produtos desta categoria.

Upperseg Superioridade Em Segurança

Visando a sua segurança, qualidade e comodidade no dia a dia, a Upperseg é especialista em produtos de segurança eletrônica, assim como DVR's stand alone (gravador digital de imagens), câmeras, alarmes e sensores, cerca elétrica, automatizadores de portão, interfones, fechaduras, centrais de telefonia entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário